Matheus Vasconcelos

07:33 MathVas 0 Comments

Na tarde chuvosa de Curitiba, via-se entre as janelas fechadas – em meio à cortina espessa –, um simples rapaz com seus 17, 18 anos; sua coluna se curvava levemente para frente e seus olhos não tiravam a atenção da tela. Se você estive lá dentro, no quarto ao lado, ou mesmo na cozinha, escutaria o barulho que já se tornara rotina naquela casa – tec-tec-tec-tec (teclando). Pois bem, poderia ser um barulho irritante, daqueles de dar enxaqueca a qualquer um, de fazer você se irritar tanto a ponto de jogar uma panela naquele metido de olhos negros e cabelos mais negros ainda; mas para aquele jovem, que não se incomodava muito com o que os outros achavam dele, era o simples barulho de uma nova ideia.
            
          Se você pudesse sentir seus sonhos e vê-los, veria insegurança e fé, combinações estranhas, mas que refletiam na quimera daquele rapaz tão ingênuo : ser um grande escritor, ter seus lidos aclamados por milhares de pessoas, achar um livro tão quão melhor que O Nome do Vento, Dragões de Éter ou as magníficas obras do Mestre Tolkien, ter uma espada e um machado; e quem sabe até descobrir algum fato histórico tão revelador que faria os professor dessa matéria revirarem os olhos de excitação? Bem, não o cupê por suas utopias, ele é apenas um mero jovem em um mundo grande e vasto.
            
Talvez seja por isso também que ele prefira a fantasia e a ficção. Não que ele na goste de outros gêneros, pelo contrário. Digamos apenas que ele tenha uma queda por essas. Afinal, não o cupê, quem não gosta de ver séries como Sense 8, Breaking Bad, Sons of Anarchy ,Game of Thrones, Once Upon a Time? Ou ver filmes como O Senhor dos Anéis, A Origem e Sem Limites? Bem, de certo que ele gosta. Assim também como gosta de andar de long, bater um papo, beber água, fazer esporte e ler muito... ler até os olhos caírem.
            
              Bem, acho que é só isso. Desculpe o texto grande, o nosso amigo  aí não é tão especial assim para ter tantas linhas; eu que sou o culpado, gosto de enrolar... 






Matheus Vasconcelos, o MathVas, tem 17 anos e cursa faculdade de História. Seu ofício e ócio são a escrita e, como nunca teve ajuda no começo, procura ajudar ao máximo jovens escritores como ele. Ama qualquer tipo de livros, mas acima de tudo a fantasia e o romance histórico. É daqueles que juntam centavo por centavo para comprar livros, nada mais!

Ver perfil completo